Sem rodeios

                           

Concorrência Desleal

Enquanto isso no happy hour o cara vai ao ponto sem mais delongas:

- E aí, gatinha, depois que tal a gente comer uma pizza e fazer sexo?

- U quêêêêêêêê?

- Ué, qual o problema? Não gosta de pizza?

Celuar 3G

                           

Pode esvaziar o saco, serão meses, até anos, de chatice para agüentar a nova geração de macacos que vem por aí. É, o leilão dos celulares 3G garante muito sofrimento futuro com a macacada querendo mostrar seu aparelho upigraded.

Sandy Junior

Não vi e não gostei. Toda a nossa solidariedade ao suposto choro da Ivete Sangalo com o fim da "dupla de dois" Sandy e Júnior. É triste mesmo, bota tristeza nisso. É pra chorar muito. Agora a chance de cruzar com eles cantando por aí dobrou.

Riponga, eu?

Sassa e seu harém riponga, amor à próxima sem medo de ser feliz

Letícia Sabatella na Folha de hoje:

O Lula foi feito e construído através do empenho dele, é claro, e dos movimentos populares. Com a chegada do Lula, se acreditava numa democracia popular. Começou a ter isso num determinado momento, mas com o PAC, com essa política de aceleração do crescimento, vai aumentar o trabalho escravo, aumentar a prostituição infantil e não se faz uma reforma agrária. Com o PAC, há um retrocesso.

Nossa Senhora da Medalha Milagrosa!!!

Sinceridade

 

Ficava claro, para governistas e tucanos, que Virgílio fora puxado de volta para o confronto por um telefonema de FH. Deflagrou-se a tática dos telefonemas para o Instituto FH. O próprio presidente nacional do PSDB ligou para Fernando Henrique, para tentar convencê-lo de que o acordo era bom. Guerra fracassou. Até Palocci falou com FH, que se desculpou: o irredutível não era ele, mas Virgílio. A base governista convocou então um parlamentar gaúcho próximo de FH, que ouviu este argumento do ex-presidente, na manhã de quarta-feira:

- Este é um momento político, a decisão é política. Precisamos olhar também para a eleição, não só para a nação.

FH demonstrou preocupação com a fartura da arrecadação de impostos à disposição de Lula. Disse que seria um erro político ignorar o fortalecimento do petista e enfatizou que era a hora de o PSDB finalmente se firmar como oposição.

Como diria o próprio FHC: assim não dá!

[ ver mensagens anteriores ]