Quadrinhas ao gosto popular

TRE

dona eloísa cimério

tio do doce cotonete

pita de novo eleutério

adenerval izoldete

Antinarciso

Eu invejo qualquer um

que conheça a minha cara

e saiba como é a voz

do Perozzi quando fala.

 

P.S.: Como sei que você terá idéias brilhantes a o ler estes versinhos, Sassaroli, deixe-me ir logo avisando que ninguém está interessado em suas descrições.

Menos, Sassaroli... (II)

Ronalducho fez dois gols

Sassaroli deita e rola.

Imaginem se o menino

Começar a jogar bola...

Japan Pan Pan

Brasil joga bonitinho

Perozzi está feliz que nem bobinho

Os japoneses fizeram seu golzinho

Quero time titular de volta rapidinho

 

Wish List

O Brasil ganhando a Copa

Eu num barzinho bebendo

Carlos Galhardo cantando

Galvão Bueno morrendo...

Absoluto

Aos sábados no Rasgueira,

Aos domingos no Frangó.

Terça-feira, não dá outra:

É o Ó do Borogodó!!!!

Só fumando...

O Pentágono afirmou

Que ser gay é uma doença.

Se alguém tiver um fininho,

Por favor, uma presença!

Bussunda bateu com as dez
Levei metade de um susto.
Depois teve feijoada
E um chorinho lá no Augusto.

Era uma vez um menino

Que adorava fazer gol.

Um dia, levou um corno

E nunca mais acordou.

Quadrinha abaixo da linha da cintura....

               

O Chuchu vai levar trolha

O Ronaldo é uma piada

Sassaroli só se fode

E o Perozzi dá risada

Só porque rimou...

 

Muita gente vota em Lula

Outros votam no chuchu

Prefiro a Heloísa Helena

Que é o cu do curucucu.

Se essa rua fosse minha

Eu mandava levantar

Um muro alto de pedra

Pr'ocê não poder passar

 

Agarradinha ao pescoço

Do seu novo namorado.

Se fizer isso de novo,

Eu mato esse desgraçado!

O equilibrista sentou-se

Na corda prá dar risada

Pois viu o leão beijando

Os pés da mulher barbada.

O frango se estrebuchando

Bem em frente ao galinheiro

Café torrando no globo

E um radinho violeiro.

 

Gosto de broa de milho,

Com manteiga Aviação

Cheiro de pena queimada

Botucatu no verão.

 

Feijão, arroz, batatinha

E frango com limão rosa.

Pela casa, o dia todo,

Netinhos em polvorosa.

Mil vezes me apaixonei

Subindo a escada rolante

Pela mulher que, descendo,

Sumia no outro instante.

Lula diz que não sabia.

Ora, vejam, que gracinha.

Um corno também não sabe

Mas, no fundo, ele adivinha.

[ ver mensagens anteriores ]